O PRECIOSO MASTIQUE GREGO

Na Ilha Grega de Chíos ou Quíos, é produzida umas das mais refinadas e apreciadas na antiguidade, o Mastique. A palavra Mastique vem do grego antigo Mastíkhē que significa goma de mascar. O Mastique é uma goma-resina obtida de uma árvore conhecida como aroeira-da-praia (Pistacia lentiscus), e embora esta planta exista em todo o Mediterrâneo, a variedade que produz a resina Mastique cresce apenas na parte Sul de Quíos.

O Mastique é uma resina natural muito apreciada devido as suas propriedades aromáticas e curativas, e para a produção da resina são feitas incisões em seu tronco durante o verão, e com isso a árvore libera um látex viscoso que em contato com ar endurece.

Na Ilha de Quíos existem 24 vilas que fazem a produção da resina e estas formam o município de Mastichochoria, que é uma região muito conhecida pela produção do Mastique e que tem seu nome derivado da resina, que vem do grego antigo que significa as “aldeiras da aroeira”. Uma das vilas, Pyrgi, existe um pequeno Museu do Mastique.

A produção da aroeira na ilha é controlada por uma cooperativa de aldeias medievais, a Chios Gum Mastic Growers Association, que apoia os produtores locais, ajuda na gestão da produção e estimula a pesquisa científica desta planta.

Esta é uma resina de uso milenar, Heródoto em 5 a.C. fazia menção ao Mastique, pois os romanos a mastigavam para limpar os dentes e refrescar o hálito, e os otomanos a utilizavam como tempero na culinária.

O Mastique é uma resina utilizada para vedação, para fazer verniz, como incenso para defumação, para fazer bebidas, drinks, e até sorvete, na culinária turca chamado de dondurma.

Durante a idade média e ainda no séc. XVII ela era utilizada para ajudar em dores de dente, problemas de estômago, refluxo gástrico, inflamação na garganta, vómito e catarro. O Mastique é utilizado também em pó para problemas de fígado, diminui os níveis de colesterol, melhora a saúde cardiovascular, alivia problemas inflamatórios intestinais como a Doença de Crohn, diminui os níveis de açúcar no sangue, alivia problemas digestivos, sendo uma boa ferramenta para o tratamento de úlceras estomacais causadas pela bactéria H. Pylori, ajuda a prevenir cáries, ajuda no tratamento da asma alérgica, inibindo as células que causam a inflamação das vias aéreas, e alivia queimação ou refluxo gástrico, porém é contraindicada em grávidas ou que estejam amamentando.

Ela pode ser utilizada também na defumação para meditação e momentos de reflexão. Suas propriedades atraem energias benéficas, que trazem a clareza, é um excelente tônico para exaustão mental.

Aproveite as bênçãos que a natureza nos oferece, e utilize ela em seu favor. Espero que essas informações contribuam com você. Dúvidas ou sugestões deixei seu comentário abaixo, e siga-nos em outros canais e redes sociais.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s