Rituais Xamânicos de Gratidão

O xamanismo concentra-se nos ciclos da natureza, o nascimento, a morte e o renascimento de todas as coisas; concentra-se na complementaridade, no masculino e no feminino que habita dentro de todos nós; concentra-se no contato e na reconexão de todos os seres com a Mãe Terra, e com as forças do Sol, da Lua e dos astros. O xamanismo é a reconexão.

Mas, para vivenciar essa reconexão, um xamã precisa enfrentar suas sombras. Ser um curador curado, depende da disposição de mergulhar dentro de si profundamente. Depende da disposição de olhar para suas feridas e as feridas da sua ancestralidade com compaixão; olhar para os seus vícios, sua solidão, suas insanidades e voltar ao seu ponto de equilíbrio, seu estado natural de gratidão, apesar de todas as coisas. O xamanismo é gratidão.

A gratidão é um poder universal. É uma das formas mais poderosas de energia que o ser humano é capaz de manifestar e transpor. A gratidão é capaz de trazer para as nossas vidas tudo aquilo que nos concentrarmos em atrair, tudo aquilo em que colocarmos atenção e energia.

A poder do agradecimento é o poder da prosperidade, não material, mas a prosperidade de vida – a abertura de caminhos para que tudo aquilo que desejamos possa fluir na direção do reconhecimento. Na lei cósmica, quanto mais reconhecemos as bênçãos que nos são dadas, mais elas insistem em entrar nas nossas vidas.

A gratidão é um dos pilares e um dos princípios do xamanismo ancestral. Desde a antiguidade, nossos ancestrais tinham inúmeras tradições de agradecimento, fossem elas através de oferendas, músicas, meditações, rodas e tantos outros rituais.

O agradecimento fazia parte do início e do fim de todos os ciclos, do plantio e da colheita, das festividades, dos festivais solares e dos pequenos e diários momentos de contemplação e meditação. Mas, antes de qualquer coisa, os povos antigos tinham o costume de agradecer por seus desafios, antes mesmo de serem dados como vencidos.

Nossos ancestrais acreditavam que era necessário agradecer até pelas coisas que eram consideradas ruins, uma vez que elas fazem parte do nosso desenvolvimento e crescimento pessoal e espiritual.

A gratidão é o único sentimento compreendido da mesma maneira em todas as religiões e em todas as partes do mundo. Um sentimento atemporal, metafísico e pode se tornar um estado constante de consciência e espírito, quando tomamos consciência de seu poder e principalmente, do poder da natureza e do universo que faz parte de tudo e de todos nós.

GRATIDÃO!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s